Secretaria de Saúde

Departamento de Comunicação   17/09/2019 | 17h01

SÉTIMO CASO DE SARAMPO É REGISTRADO EM TATUÍ E PREFEITURA REFORÇA A ORIENTAÇÃO PARA QUE AS PESSOAS SE VACINEM

Em Tatuí, a vacina encontra-se disponível nas Unidades Básicas de Saúde.

SÉTIMO CASO DE SARAMPO É REGISTRADO   EM TATUÍ E PREFEITURA REFORÇA A ORIENTAÇÃO  PARA QUE AS PESSOAS SE VACINEM

A Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Tatuí confirmou, nesta terça-feira (17/09), o sétimo caso de sarampo registrado no município neste ano. O menino de 5 meses de vida, que reside no Jardim Santa Rita de Cássia, recebeu atendimento médico e passa bem.

Os dados sobre sarampo disponibilizados até o momento dão conta de que na cidade de Tatuí há 7 casos confirmados, 46 suspeitas, 11 descartados e 28 seguem aguardando resultado por parte do Instituto Adolfo Lutz (IAL).

Um dos casos confirmados anteriormente ocorreu no Residencial Astória, com uma menina de 1 ano e 3 meses de vida. Um outro caso foi confirmado na Vila Angélica, com uma menina de 2 meses de idade. Todos os outros cinco casos confirmados foram registrados no Jardim Santa Rita de Cássia, sendo duas meninas de 1 ano de idade, uma menina de 3 anos de idade e dois meninos de 5 meses de vida. Contudo, a Prefeitura de Tatuí reafirma que todos os pacientes receberam a assistência necessária e não apresentam mais nenhum sintoma da doença.

A Secretaria Municipal de Saúde volta a informar que a única maneira de evitar o sarampo é pela vacina tríplice viral, que protege, também, contra a rubéola e a caxumba. Devem ser vacinados bebês que tenham entre 6 e 11 meses de vida (dose extra), e as doses válidas devem seguir o Calendário Nacional de Vacinação, determinado pelo Ministério da Saúde, que são: crianças entre 12 e 15 meses de vida; adolescentes e adultos jovens até 29 anos de idade devem ter duas doses da vacina de sarampo; e os adultos de 30 até 59 anos de idade, pelo menos uma dose da vacina de sarampo, comprovada na carteira de vacinação. Esta vacina não é recomendada para crianças menores de seis meses, gestantes e pessoas imunodeprimidas. As pessoas que já foram vacinadas contra o sarampo, de acordo com sua faixa etária, não precisam receber uma nova dose da vacina.

Em Tatuí, a vacina encontra-se disponível nas Unidades Básicas de Saúde, nos seguintes dias e horários: Às segundas-feiras, a vacina contra o sarampo é aplicada das 8h às 16h, nas seguintes Unidades de Saúde: ESF da Vila Santa Luzia e ESF da Vila Angélica. Já na UBS do bairro dos Mirandas e na UBS do Jardim Santa Cruz, o atendimento é das 8h às 13h. Às terças-feiras, a vacinação ocorre das 8h às 16h, em três Unidades de Saúde: ESF do Jardim Rosa Garcia, ESF do Jardim Santa Rita de Cássia e UBS da Vila Dr. Laurindo. Às quartas-feiras, a vacina está disponível à população das 8h às 16h, nas seguintes Unidades de Saúde: UBS Central, ESF do Jardim Tóquio e UBS do bairro Valinho. Já na UBS do Congonhal, a vacinação é disponibilizada das 8h às 13h. Às quintas-feiras, há vacinação em duas Unidades de Saúde, ambas com atendimento das 8h às 16h. São elas: ESF do Jardim Gonzaga e UBS da Vila Esperança. E às sextas-feiras, também das 8h às 16h, a vacina é aplicada na UBS do São Cristóvão e na ESF do CDHU.

É essencial que cada pessoa verifique sua caderneta de vacinação e busque se informar se já se vacinou contra o sarampo. Em caso de dúvidas, a recomendação é que a pessoa procure a Unidade de Saúde mais próxima de sua residência ou ligue para o telefone: (15) 3259-6358.

Sobre o sarampo - O sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, que pode ser fatal. Ela é altamente contagiosa e sua transmissão pode ocorrer entre 6 dias antes e 4 dias após o aparecimento das manchas vermelhas pelo corpo. A transmissão do vírus ocorre de pessoa a pessoa, por via aérea, ao tossir, espirrar, falar ou respirar. O sarampo é tão contagioso que uma pessoa infectada pode transmitir para 90% das pessoas próximas que não estejam imunes, ou seja, 1 pessoa com sarampo pode infectar outras 18 pessoas.

Os sintomas são febre, tosse, coriza, olhos avermelhados ou conjuntivite e manchas avermelhadas na pele (exantema maculopapular). O sarampo pode ser acompanhado de complicações sérias, principalmente em crianças menores de cinco anos ou pessoas com algum grau de imunodepressão. Por isso, caso você apresente um destes sintomas, procure uma Unidade de Saúde mais próxima.

SAÚDE

CARDÁPIO

GIA e SPED

Saúde
Horários Médicos nos Postos de Saúde