Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente

Departamento de Comunicação   10/09/2019 | 08h12

MAIS DE 50 PESSOAS PARTICIPARAM DO CURSO GRATUITO DE PODA PARA ARBORIZAÇÃO URBANA, PROMOVIDO PELA PREFEITURA DE TATUÍ

O curso, que foi organizado pela equipe técnica da Divisão de Licenciamento e Controle Ambiental, contou com a presença de 54 pessoas.

MAIS DE 50 PESSOAS PARTICIPARAM DO CURSO GRATUITO DE PODA PARA ARBORIZAÇÃO URBANA, PROMOVIDO PELA PREFEITURA DE TATUÍ

 A Prefeitura de Tatuí, por meio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, promoveu, no dia 30/08 (sexta-feira), na Câmara Municipal de Tatuí, o Curso Gratuito de Poda para Arborização Urbana, ministrado pelo engenheiro agrônomo e coordenador estadual do Programa "Município VerdeAzul" (PMVA), pertencente à Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente, José Walter Figueiredo Silva.

            O curso, que foi organizado pela equipe técnica da Divisão de Licenciamento e Controle Ambiental, contou com a presença de 54 pessoas, e teve sua parte teórica realizada no auditório da Câmara Municipal, iniciando com uma explicação acerca da legislação e os procedimentos para requerimento de Autorização Ambiental para intervenção em vegetação arbórea no município de Tatuí.

Na ocasião, a gestora, engenheira ambiental e supervisora da Divisão de Licenciamento e Controle Ambiental do Departamento de Meio Ambiente da Prefeitura de Tatuí, Daiane Aparecida dos Santos Bueno, destacou que, de acordo com o artigo 6º da Lei Municipal nº 4.654/2012, toda e qualquer árvore a ser cortada ou podada no município de Tatuí, deve ser analisada pelo corpo técnico do órgão executivo municipal de Meio Ambiente.

            Em seguida, o engenheiro agrônomo José Walter Figueiredo Silva abordou diversos temas relacionados a atividades de poda em árvores, com foco em Arborização Urbana, destacando conceitos técnicos e a importância da conscientização de que as árvores são seres vivos que proporcionam inúmeros benefícios para o meio ambiente, especialmente nas áreas urbanas.

            José Walter também explicou que as podas devem ser feitas de maneira adequada, respeitando as características de cada espécie. O engenheiro agrônomo destacou que quando a poda é realizada de maneira inadequada, deixa "aberta uma porta" para a proliferação de microrganismos que irão comprometer a saúde da árvore, podendo inclusive causar riscos de quedas.

            Ao longo do curso, também foi explicada a importância de seguir as diretrizes da norma técnica ABNT NBR 16246-1, 2013, que "estabelece os procedimentos para a poda de árvores, arbustos e outras plantas lenhosas em áreas urbanas, em conformidade com a legislação aplicável".

            Os podadores também foram informados quanto a Lei Federal nº 9.605/98, que em seu artigo 49 enfatiza que "destruir, danificar, lesar ou maltratar, por qualquer modo ou meio, plantas de ornamentação de logradouros públicos ou em propriedade privada alheia" pode resultar em pena de detenção "de três meses a um ano, ou multa, ou ambas as penas cumulativamente".

            Já a parte prática do curso foi realizada na Avenida das Mangueiras, e na ocasião houve demonstrações de técnicas adequadas de poda e as ferramentas que podem ser utilizadas. Os participantes puderam realizar podas em árvores jovens da avenida, inclusive em exemplares da espécie mangueira.

            O secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Célio José Valdrighi, esteve presente no curso e disse que foi "uma honra" receber o coordenador estadual do PMVA, José Walter Figueiredo Silva, a quem se referiu como "uma pessoa renomada na área ambiental, especialmente no que diz respeito ao manejo em arborização urbana". Para o secretário, a realização do curso foi positiva e contribuirá com a melhoria da qualidade ambiental do município de Tatuí, especialmente nas atividades de manejo da arborização urbana.

            O curso também contou com a presença de servidores públicos municipais que trabalham diretamente com atividades operacionais relacionadas à manutenção da arborização urbana, gestores ambientais e servidores municipais que atuam no Departamento de Meio Ambiente da Prefeitura de Tatuí, além da equipe operacional da Elektro, concessionária responsável pelo fornecimento de energia elétrica em Tatuí, e de podadores particulares.

Sobre o convidado - José Walter Figueiredo Silva é engenheiro agrônomo, formado na Universidade de São Paulo (USP), pós-graduado em Gestão Pública pela Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP) e pós-graduado em Gestão Ambiental pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Também atua como paisagista e arboricultor, e é membro da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana (Sbau).

 

SAÚDE

CARDÁPIO

GIA e SPED

Saúde
Horários Médicos nos Postos de Saúde