Secretaria de Saúde

Departamento de Comunicação   13/07/2018 | 16h16

TATUÍ INICIARÁ NA PRÓXIMA SEGUNDA A CAMPANHA “JULHO AMARELO”

No período de 2007 a junho de 2018, foram notificados 137 casos confirmados de Hepatites Virais em Tatuí.

TATUÍ INICIARÁ NA PRÓXIMA SEGUNDA  A CAMPANHA “JULHO AMARELO”

A Secretaria da Saúde da Prefeitura de Tatuí, com incentivo do Ministério da Saúde, realizará, de 16 a 28 de julho, a Campanha “Julho Amarelo”, contra Hepatites B e C. A campanha irá intensificar os diagnósticos e as prevenções, e trará iniciativas educacionais de saúde com relação à doença.

No Dia Mundial de Prevenção as Hepatites Virais, dia 28/07, sábado, das 9h às 13h, a equipe da Secretaria da Saúde estará na Praça da Matriz realizando testes rápidos na população para a detecção de Hepatites.

Segundo a coordenadora do Ambulatório de Infectologia de Tatuí, Aline Tochinski de Camargo, o “Julho Amarelo” intensifica um trabalho que é feito durante o ano todo. “Campanhas como essa são muito importantes, porque estamos vivendo uma epidemia silenciosa de Hepatite C. Uma em cada 12 pessoas no mundo está infectada e não sabe. Por isso, essa mobilização faz tanta diferença”, destacou Aline.

De acordo com o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), no período de 2007 a junho de 2018, foram notificados 137 casos confirmados de Hepatites Virais em Tatuí, sendo 11 neste ano (2018).

Como forma de prevenção são realizados no município, em todos os Postos de Saúde, Ambulatório de Infectologia e Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), orientações ao público, através de palestras; feiras de saúde; aconselhamentos; testes rápidos, para detecção da doença; distribuição de insumos, como preservativos masculinos e femininos; vacinas contra Hepatite B e realização de campanhas preconizadas pelo Ministério da Saúde, para Prevenção das Hepatites.

O tratamento para hepatites virais (Hepatites B e C) é realizado gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS), para todos os pacientes portadores, independentemente do grau de comprometimento hepático, e inclui o retratamento para os pacientes que não obtiveram a resposta virológica sustentada em tratamentos anteriores. Inclui, também, a possiblidade de tratamento dos casos de Hepatite C aguda com os antivirais de ação direta. “Os medicamentos a serem utilizados e o tempo de tratamento será definido pelo médico através de consulta e acompanhamento do paciente de acordo com o Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas para Hepatites B e C e Coinfecções do Ministério da Saúde”, explicou Aline.

Neste mês de julho, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) e o Ambulatório de Infectologia, através do CTA, estarão realizando testes rápidos para detecção de Hepatites, além de ações educativas e preventivas com ênfase na prevenção destas doenças.

As UBS’s funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, com exceção das unidades do Congonhal e Mirandas, que permanecem abertas das 8h às 13h. E o Ambulatório de Infectologia funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, dependendo da escala de atendimento em vigor. Mais informações pelo telefone: (15) 3259-6358 ou 3259-1564.

Hepatite - É a inflamação do fígado, que pode ser causada por vírus ou pelo uso de alguns remédios, álcool e outras drogas, assim como por doenças autoimunes, metabólicas e genéticas.

As hepatites virais são doenças de notificação compulsória, ou seja, cada ocorrência deve ser notificada por um profissional de saúde. Esse registro é importante para mapear os casos de hepatites no País e ajudar a traçar diretrizes para as políticas públicas no setor.

 

SAÚDE

Saúde
Médicos nos Postos de Saúde

Horários:

Cardápio



GIA e SPED