Secretaria de Governo

Departamento de Comunicação   12/04/2017 | 09h14

ADMINISTRAÇÃO FAZ BALANÇO DOS 100 DIAS DE GOVERNO E PROJETA NOVAS AÇÕES

Prefeita e vice fizeram um balanço dos 100 primeiros dias de governo e atenderam à imprensa.

ADMINISTRAÇÃO FAZ BALANÇO DOS 100 DIAS  DE GOVERNO E PROJETA NOVAS AÇÕES

Na segunda-feira, dia 10, a prefeita Maria José Vieira de Camargo e o vice-prefeito Luiz Paulo Ribeiro da Silva, realizaram no auditório do CEU das Artes, uma prestação de contas dos primeiros 100 dias de governo. Presentes todos os secretários municipais, 13 vereadores, imprensa, servidores municipais e convidados.

            Dívidas e irregularidades - A dívida do município somou R$ 63 milhões, sedo R$ 51,5 milhões de curto prazo e R$ 11,5 milhões de longo prazo. Só a dívida com fornecedores soma mais de R$ 42 milhões. Desse valor foram pagos R$ 15 milhões aos fornecedores e outros R$ 9 milhões, que é a dívida do TATUIPREV, foram parcelados. Uma Comissão de Irregularidades foi montada e já pontuou algumas irregularidades no primeiro relatório concluído, o de RH (Recursos Humanos). A comissão agora trabalha nas questões financeiras: licitações, contratos, etc.

Contratos vencidos - Contrato do lixo com vencimento dia 2 de janeiro, mas já a partir do fim do ano passado o lixo se acumulou nas ruas, pois a Prefeitura tinha dívida com duas empresas de coleta de lixo. O contrato do transporte universitário havia sido rompido em outubro de 2016 e os estudantes tiveram que “arrumar um jeito” para concluir o ano letivo e realizar provas. Os estudantes viviam a expectativa de não ter transporte no reinício das aulas, em fevereiro.

Transparência - Com a reforma do Portal da Transparência, a administração disponibilizou todos os vencimentos mensais dos servidores, concursados ou comissionados, seus cargos e respectivos locais de trabalho. E mais: foram disponibilizados on line outros serviços: Receitas e Despesas; Contabilidade; Compras e Licitações; segundas vias de IPTU, ISSQN e taxas de licenças; Leis e Decretos; etc. Mais recentemente, o horário e dia de atendimento dos médicos nas unidades de saúde foram disponibilizados.

Pontes - Cinco pontes estavam no chão ou comprometidas em janeiro. As obras da ponte do Marapé foram retomadas no dia 10 de março, com previsão de estar pronta em 120 dias. A ponte do Residencial Bosques do Junqueira teve sua cabeceira restaurada e já foi liberada para o tráfego de veículos. A ponte do Jardim Colina Verde praticamente já foi concluída e aguarda apenas a liberação do Governo do Estado, que financiou a obra. Já as pontes do Jardim Paulista e Jardim Junqueira tiveram o trâmite para liberação de recursos encerrados no início desta semana. A obra será realizada com recursos do Ministério da Integração Nacional, no valor de R$ 1 milhão.

            Buracos - Choveu 30 dias dos 100 primeiros dias de 2017. Em março, com a diminuição das chuvas, duas frentes de trabalho foram criadas para tapar buracos. Já foram restauradas mais de 20 vias públicas, em diversos bairros. Apenas em uma das frentes, contratada por licitação, está sendo investido R$ 526 mil para tapar deca de 600 buracos. A outra frente, com funcionários municipais, trabalha com massa asfáltica comprada de terceiros. A administração também iniciou a pavimentação de ruas com lajotas ecológicas, sem rejunte. A primeira ação aconteceu nas ruas Prefeito Antonio Tricta Júnior e Joaquim de Paula Arruda. A obra será realizada até a rua 7 de Setembro, passando por um trecho da Avenida Senador Laurindo Dias Minhoto.

            Saúde - Um dos desafios foi a Santa Casa em greve por causa de atraso de salários e cestas básicas. Um repasse de recursos, de cerca de R$ 600 mil, foi realizado em janeiro e depois foi formalizado um convênio de R$ 9 milhões por ano com a entidade. No Pronto Socorro, uma nova equipe médica assumiu e começou a existir médico pediatra 24h de plantão. No 1º trimestre deste ano foram realizadas 5.186 consultas pediátricas no PS, com crianças de 0 a 11 anos. Outra boa notícia é que mais médicos estão atendendo em unidades de saúde. Tatuí tem seis unidades do antigo PSF, hoje chamado de ESF - Estratégia Saúde da Família. São elas: Santa Rita, Vila Angélica, CDHU, Jardim Rosa Garcia, Jardim Tóquio e Jardim Gonzaga. Em janeiro existiam seis médicos para atender nas unidades. Agora, são onze, quase 100% a mais de médicos nos postos de saúde do ESF. Para melhorar o atendimento às pessoas, às terças pela manhã na Vila Esperança e às quintas  a tarde no Jardim Rosa Garcia, o agendamento é livre, para os clínicos, nas respectivas unidades de saúde.  Na questão dos exames, embora ainda exista fila de espera, ela diminuiu em muitos casos, entre 323% a 85%. 

Em alguns casos, a fila do exame caiu bastante. Nos exames de ultrassons abdominais, por exemplo, a demanda em dezembro de 2016 era de 524 exames. Nestes primeiros três meses surgiram mais 310. Fizemos 576 exames, conseguindo atender a demanda do trimestre, e ainda, diminuir 266 exames da fila de espera, o que representa mais de 50%.

O ultrassom de mamas tinha uma demanda reprimida de 207 exames. Nestes primeiros três meses surgiram mais 153. Fizemos 198 exames, conseguindo atender a demanda do trimestre, e ainda, diminuir 45 exames da fila de espera, o que representa 23%.

Exames de tomografia: em dezembro de 2016, a fila de espera era de 200 exames. Nestes primeiros três meses surgiram mais 206. Fizemos 377 exames, conseguindo atender a demanda do trimestre, e ainda, diminuir 171 exames da fila de espera, o que representa um pouco mais de 85%.

Abrace Tatuí - A administração conseguiu despertar no voluntariado coma campanha Abrace Tatuí ações para resgatar bens públicos. O objetivo é conscientizar que todos precisam se envolver com a conservação do espaço e do bem público. Mais de 300 toneladas de lixo foram retiradas das ruas. Praças, canteiros de avenidas e outros bens públicos foram revitalizados. As ações envolveram associações, clubes de serviços, escoteiros, grupos de jovens, sindicatos, comércio, etc.

Obras e Infra-Estrutura - Na zona rural, a manutenção das estradas rurais voltou a acontecer. Os primeiros trabalhos foram no Congonhal, Santa Adelaide e o bairro dos Mirandas. A Prefeitura reabriu, após reforma, a Piscina Pública Municipal. Reabriu, após uma ampla revitalização, o Parque Ecológico Maria Tuca. Da mesma forma, fez a manutenção na Praça Ayrton Senna, na Vila Dr. Laurindo e na Pista Municipal de Atletismo. Reformou os cemitérios e restaurou, com a ajuda do comércio, o Monumento da Bíblia, na Praça da Matriz.

Educação - Em 100 dias, a administração municipal gerou 547 novas vagas em creche, para atender uma parte da demanda reprimida. Fez abrir a Escola Municipal de Ensino Fundamental do bairro do Tanquinho, que embora tenha sido construída em 2016, nunca funcionou e nem tinha sequer lousas. Hoje atende 532 alunos, da 1ª a 5ª série.  No Inocoop, a mesma situação com uma unidade de pré-escola. Após a compra do equipamento, ela pode ser aberta e hoje atende a cerca de 30 crianças.  Foi realizada também, em parceria com a iniciativa privada, uma ampla reforma na Escola Magaly Azambuja de Toledo, no Jardim Santa Rita de Cássia, que ganhou salas de aulas com nova pintura, nova sala de informática, biblioteca e salas dos professores, todas elas revitalizadas. Outro destaque foi a substituição de 100% das lâmpadas de mercúrio por LED, na Escola João Florêncio, um projeto piloto, que vai gerar 70% de economia de energia. Contratação por Processo Seletivo de 47 novos professores, sendo 37 novos professores PEB I e 10 professores de PEB II, além da contratação de 74 cuidadores para os alunos portadores de necessidades especiais. Um novo convênio está sendo formalizando com a APAE, que está atendendo desde fevereiro 21 alunos com autismo, em salas especiais. Pelo serviço prestado, a Prefeitura deverá repassar cerca de 100 mil reais a mais para a entidade, por ano, além do que já é repassado em diversas formas.

            Desenvolvimento Econômico - O município começou a recuperar os empregos com carteira assinada. Dados oficiais do Ministério do Trabalho e Emprego indicam que o município gerou no 1º bimestre 120 novos postos de trabalho. E ainda: 70 pessoas foram recolocadas no mercado de trabalho pelo PAT, Posto de Atendimento ao Trabalhador, isto no 1º trimestre de 2017. Contatos com empresas foram retomados. A Santista Têxtil e a Marquespan vão ampliar em 2017 suas unidades, gerando 200 novos empregos. Outros investimentos já confirmados: Toyota/Ramires, Hotel Íbis, indústria da Noma - que está em fase final de construção e foi uma conquista ainda na gestão do ex-prefeito Gonzaga; Pátio Vivaz, que traz o Supermercado São Roque e outras lojas; McDonald”s, pois a Prefeitura aprovou o projeto de construção da loja na última semana, que será no Centro, entre a Avenida Firmo Vieira de Camargo e a rua Francisco Pereira de Almeida. No 1º trimestre deste ano ainda foram formalizados 184 novos MEIs, que são os micros empreendedores individuais. É a pessoa que trabalha por conta própria, legalizado. Ainda nestes 100 dias, foram oferecidas 272 vagas em cursos do SEBRAE. Cursos gratuitos, voltados aos micros e pequenos empresários.

            Segurança Pública e Mobilidade Urbana - Na segurança, além da reabertura da Base Comunitária da Guarda Civil Municipal no Jardim Santa Rita de Cássia, destaque para a volta da ROMUC - Ronda Municipal Ciclística. Essas ações aproximaram o atendimento da GCM da população. E mais: a Polícia Militar aumentou uma guarnição para Tatuí, com uma viatura e mais soldados, para auxiliar no patrulhamento da cidade, principalmente juntos às praças, nos fins de semana. Novo semáforo foi instalado na rua Onze de Agosto, com temporizador. Vagas rápidas, de 30 minutos, foram instaladas no centro.

            Fundo Social - No Fundo Social de Solidariedade, a primeira ação foi a campanha Abrace Tatuí. Além disso, os cursos de capacitação voltaram a acontecer. Em março, curso de Páscoa. No bairro Santuário, curso rápido de Panificação. No Jardim Gonzaga, início dos cursos: Recicla Vida, Esmalteria, Crochê e Docinhos. Na Vila Angélica, os cursos já oferecidos no bairro são Panificação, Costura Artesanal Básica, Consertos e Ajustes e Patch - Costura Criativa.

Existe também o acolhimento ao idoso. O Projeto Envelhecer com Qualidade de Vida, criado em 2007, tem hoje cerca de 180 idosos e desenvolve no Parque Ecológico Municipal Maria Tuca várias oficinas e atividades, com professores e corpo técnico, que inclui acompanhamento médico. Tudo realizado com muito carinho e com uma equipe multi-profissional.

            Social - No acolhimento social, a prioridade foi os moradores de rua. Antes, cerca de 30 viviam sem quase nenhuma atenção. Embora notados, passavam desapercebidos. Em 100 dias, a população de rua caiu 50%. Eles foram acolhidos por instituições e, em alguns casos, encaminhados para atendimento psiquiátricos.

Cultura, e Esporte - A Prefeitura retomou as atividades do Projeto “Música na Praça”, na Praça da Matriz. O Carnaval 2017 foi realizado com um orçamento de apenas 7 mil reais. As matinês, com grande público, aconteceram na Praça da Matriz e no CEU das Artes.  No Esporte, as escolinhas voltaram a ser realizadas. São aulas gratuitas de futebol masculino e feminino, tênis, atletismo, judô, karatê, balllet e outras modalidades. Para crianças e jovens. São cerca de duas mil crianças e jovens sendo atendidas diretamente. Além disso, existem as diversas atividades culturais e esportivas desenvolvidas no CEU das Artes.

Novas ações no futuro - Foram comentadas também ações futuras da administração. As obras na Ponte do Marapé estão previstas até julho. Nos próximos dias, devem ter início as obras para as reconstruções das pontes do Jardim Junqueira e Jardim Paulista.  A administração também irá realizar uma reunião pública para definir os rumos do canteiro central da Avenida Pompeo Reali. Projeta-se uma ampla reforma, mas é necessária a participação popular na decisão.  O Governo do Estado já investiu mais de 600 mil reais na obra. A reunião com a população será importante para construir argumentos junto ao Estado e ao Ministério Público, em futuras intervenções no local, já que a obra desagradou a todos. As operações de recuperação do asfalto também vão seguir, com duas frentes de trabalho. A administração irá também dar início à Frente de Trabalho contratada por meio de licitação para a capinação de terrenos baldios, praças e ruas. Na saúde, planeja-se novos investimentos que devem ser feitos para a compra de remédios, contratação de exames, insumos diversos, etc. Além disso, nove novos veículos estão em licitação para a Guarda Civil Municipal, sendo um dos veículos adaptado para o transporte dos portadores de necessidades especiais, um trabalho comunitário que a nossa Guarda já realiza; projeta-se também levar água para o bairro dos Fragas e, regularizar o loteamento Vista Alegre, dando título de posse aos moradores do bairro.

SAÚDE

Saúde
Médicos nos Postos de Saúde

Horários:

GIA e SPED