Secretaria de Obras e Infraestrutura

Departamento de Comunicação   27/01/2017 | 15h46

ÍNDICE DE CHUVA EM TATUÍ ESTÁ ACIMA DA MÉDIA PARA JANEIRO

Construção da ponte provisória do Jardim Paulista já teve início.

ÍNDICE DE CHUVA EM TATUÍ ESTÁ ACIMA  DA MÉDIA PARA JANEIRO

A prefeita Maria José Vieira de Camargo recebeu informações da Defesa Civil local que apontam um índice elevado de chuva em Tatuí para janeiro, superior à média para este mês. Segundo um relatório assinado pelo servidor João Batista Alves Floriano, chefe da Defesa Civil, até o último dia 26, a média de chuva chegou a 365 mm, enquanto a média para o mês de janeiro é de 250 mm. Em janeiro, os dias até agora com mais chuvas foram 18, 19 e 26, com respectivamente 32,5, 32,0 e 30 mm.

Devido às chuvas, os andamentos de algumas obras ficam comprometidos. A Secretaria de Obras e Infra-Estrutura já se programa para realizar uma Operação Tapa-Buracos, mas aguarda uma estabilidade do tempo para não perder o serviço a ser executado. Um dos engenheiros da secretaria, já fez um relatório das principais situações. No mais, a Secretaria de Obras e Infra-Estrutura realiza a manutenção de praças e vias. Nos últimos dias, o trabalho esteve centrado na Avenida Virgílio Montezzo, no bairro Nova Tatuí, e na rua Onze de Agosto, na região onde ela é dividida pelo canteiro central.

 

União reconhece Estado de Emergência em Tatuí

 

O Diário Oficial da União de quinta-feira (26), trouxe a publicação da Portaria nº 8, de 24 de janeiro de 2017, que homologa o Estado de Emergência em Tatuí. A publicação é da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil.

Com a publicação, a Prefeitura de Tatuí espera receber recursos do Governo Federal para construir uma ou duas pontes sob o Ribeirão do Manduca. Os processos já estão em trâmite no Ministério da Integração Nacional. A Prefeitura de Tatuí também busca recursos para a reconstrução de ponte sobre o Ribeirão do Manduca junto ao Governo do Estado. Recentemente, o governo estadual reconheceu o Estado de Emergência no município, provocado pelas fortes chuvas e o comprometimento de várias pontes sobre o Ribeirão do Manduca. A Prefeitura de Tatuí aguarda a liberação dos recursos estaduais e os processos estão em trâmite na Casa Militar e Defesa Civil.

Com relação à ponte do Marapé, a empresa responsável pela construção da ponte foi notificada na semana passada pela Prefeitura de Tatuí, pois a obra está sem produção desde outubro de 2016. O convênio para construção da nova ponte, firmado na gestão anterior, está interrompido pela falta de andamento das obras, que é paga por medição. Até o momento, foram liberadas apenas duas parcelas, que somam R$ 224.696,72. O convênio hoje está orçado em R$ 836.793,35.

A prefeita Maria José Vieira de Camargo aguarda a manifestação da Advocacia Geral do município para analisar a hipótese de rompimento de contrato com a empresa. Sendo assim, uma nova empresa poderia ser contratada para concluir a ponte.

Com relação à construção da ponte provisória, de madeira, para atender o Jardim Paulista, as obras tiveram início nesta sexta-feira (27). Elas estão sendo realizadas pela Secretaria Municipal de Obras e Infra-Estrutura, praticamente a custo zero, pois toda a madeira foi fruto de doação. A previsão é que nos próximos 15 dias a ponte provisória esteja concluída.

SAÚDE

Saúde
Médicos nos Postos de Saúde

Horários:

GIA e SPED